sábado, 17 de julho de 2010

Cartas de um amor impossível

(peço desculpa pelo tom depressivo-romântico-lamechas, mas eu sou daquelas pessoas que não consegue ser totalmente feliz durante muito tempo)

*,

Tenho saudades!
Tenho saudades tuas.
Tenho saudades das nossas conversas que duravam horas.
Tenho saudades das mensagens por tudo, tenho saudades das mensagens por nada em especial.
Tenho saudades de quando me fazias rir até chorar, e de quando me fazias sentir a pessoa mais especial do mundo.

Tenho saudades tuas!
Daquela altura em que tinha mais de ti do que apenas 5 minutos de vez em quando.
De quando passar um dia sem falar contigo era a coisa mais ridicula de imaginar.
De quando mesmo sem te ver durante semanas, eras a pessoa mais presente na minha vida.

Tenho saudades tuas!
De adormecer uma noite sem chorar por ti.
De quando pensava que era possivel mais alguma coisa pralém da amizade.
E de mesmo quando percebi que não, porque mo soubeste dizer de uma maneira perfeita.

Tenho saudades tuas!!

Beijo(-te)

1 comentário:

starfish disse...

Obrigada :D

Quanto à carta... acho que todas nós já passámos por isso. Custa muito, dói, mas depois a dor acaba por passar....

Beijinhos