domingo, 30 de maio de 2010

Tão perfeita para o que sinto!




A tua pequena dor
Quase nem sequer te dói
É só um ligeiro ardor
Que não mata mas que mói
É uma dor pequenina
Quase como se não fosse...

Foi a dor que aquela conversa deixou em mim.. Que quase nem sequer me dói.. Que não mata mas mói..

2 comentários:

almighty yellowphant disse...

Amo Rui Veloso. A minha preferida: Nunca me esqueci de ti ;)

Lu! disse...

E essas dores pequeninas, moem tanto...

Bizuuu